Comemorado no dia 15 de março, o Dia do Consumidor é uma data muito importante para o varejo. Algumas marcas se valem do mês inteiro para criar ativações com seus clientes e aumentar as vendas durante esse período.

Fique com a gente para descobrir as origens da data e mais algumas dicas de como atrair mais clientes, fidelizar os que você já tem e aproveitar a data para aumentar o ticket médio do mês. Vamos lá?

 

Origem do Dia do Consumidor

Considerado a Black Friday do primeiro semestre, o Dia do Consumidor na verdade começou como uma forma de conscientizar e validar os direitos do consumidor. A data ficou oficialmente definida a partir do ano de 1983, mas desde a década de 1960 já haviam pessoas preocupadas com esse tema.

Pessoas bastante importantes para a história da humanidade, inclusive. É o caso de John F. Kennedy, famoso presidente dos Estados Unidos, que discursava sobre os direitos dos consumidores, como segurança, transparência e também o direito à escolha, por exemplo.

Hoje os empreendedores aproveitam a data para criar condições especiais, dar descontos, fazer promoções e o que mais a criatividade marketeira permitir para aumentar as vendas durante o dia, a semana ou até o mês inteiro. Por falar nisso, confira nos próximos itens algumas sugestões de ações para você se inspirar e até aplicar no seu negócio.

Parceria com outras lojas

Parceria é um canal de aquisição no qual poucos empreendedores apostam. É importante dizer que parceria não é a mesma coisa que permuta, como muitos donos de negócio fazem com influenciadores, por exemplo, no esquema: “faz essa publi pra mim que eu te dou desconto ou te dou meu produto”.

Parceria entre empresas é quando duas marcas diferentes, de diferentes nichos de atuação, se juntam para atingir o mesmo público-alvo. Explico.

Imagine que você tem uma papelaria com loja física e online e quer fazer uma parceria com outra empresa para aumentar suas vendas.

Seu orçamento é baixo, mas você tem um modelo diferentão de caneta que não está vendendo muito bem e poderia ser usado para dar desconto ou como brinde.

Uma opção é procurar uma loja que venda bolsas e mochilas escolares, por exemplo, já que a mesma persona que vai comprar uma mochila também vai precisar de itens de papelaria em algum momento.

Uma parceria possível é negociar com o empreendedor das mochilas para que ele, ao vender um produto dele, coloque como brinde um par de canetas da sua loja, junto com uma cartinha, um folder, um cupom de desconto, enfim, um material gráfico personalizado para incentivar o cliente dele a comprar com você.

É bom para o vendedor de mochilas, que consegue dar esse brinde sem custos. É bom para o cliente, que ganha brinde e mais um cupom de desconto – e esse cupom é bem importante, vou dizer o porquê já, já. É bom para você, que está atingindo um cliente em potencial super qualificado a preço de um estoque que já estava parado.

E o cupom, a cartinha ou qualquer forma de instruir esse cliente de como comprar com você é importante para mensurar a qualidade daquela ação, afinal de contas, por mais que seja uma ação de baixo custo, ainda tem custo.

O passo a passo para criar uma parceria eficiente é:

– Conhecer bem o seu público-alvo, suas necessidades e desejos;

– Mapear outros nichos e empreendedores que possam ter o mesmo público-alvo que você;

– Pensar num sistema que seja vantajoso para todas as partes;

– Monitorar os resultados da ação.

Sorteios e ofertas exclusivas

Outra ideia é fazer sorteios de produtos, ofertas exclusivas ou combinar as duas ações. Por exemplo, escolha itens de margem maior de lucro e que você possa abaixar o preço durante um tempo. Em seguida, divulgue que as pessoas que comprarem pelo menos um daqueles itens estarão automaticamente participando do sorteio de um combo de produtos. No fim do mês, faça o sorteio ao vivo nas redes sociais.

É bacana porque você ganha engajamento, as vendas aumentam, porque as pessoas estão precisando do produto, ele está com um preço melhor e elas ainda podem participar de um sorteio exclusivo e os clientes ficam super contentes.

Brindes e reconhecimento

Enquanto a concorrência vai com o fluxo, você pode fazer diferente. Ao invés de criar promoções mirabolantes, você pode presentear os seus clientes mais fiéis com brindes ou até produtos de graça, caso o orçamento permita – lembrando que são só os clientes mais fiéis.

Esse tipo de ação aumenta demais o carinho que os clientes têm pela marca e faz com que eles a divulguem para todos os amigos, familiares e conhecidos. Investir na recomendação é investir no marketing mais barato e mais eficiente que existe: o boca a boca.

Acompanhe o blog da Spaço

Aqui no blog sempre tem dicas preciosas para você melhorar o seu marketing e sair na frente dos concorrentes. Gostou do texto? Então compartilhe nas redes sociais e aplique as dicas! Depois conta pra gente o que deu certo. Até a próxima!

Carol Balduci

Redatora na Spaço